class main AboutMe { exec(); }


Um bom vídeo para entender algumas coisas, e pensar noutras.... Prometeus, ou previsão; talvez apenas uma visão de como poderão evoluir as coisas. Trata-se de um olhar sobre o futuro dos médias, ao meu ver, este pequeno vídeo é pelo menos um bom passatempo de 5 minutos... Não depreciando as suas qualidades técnicas, mas chega de Nostradamus ou profecias recentemente descobertas de Sir Isaac Newton ou de um muito equivalente Epic 2015... Todos dizem, e nunca acontece, principalmente no mundo da Internet, onde tudo pode acontecer, tal como 2005 quando isso aconteceu ou em 2006 quando isto e também isto aconteceu, ou mesmo anúncios preocupantes como este .

Isto tudo para dizer que este mundo é tão variável como o próprio código que o produz, é divertido ver e seguir a visão de terceiros, mas continuo em acreditar que a "raça" humana irá chegar a um ponto da evolução tecnológica na qual as próprias pessoas irão criar relutância à evolução pela saturação criada, irão recusar determinadas opções e avanços, de forma em dar tempo a nossa espécie em adaptar-se as novas formas de comunicação, aos novos médias. As pessoas serão como sempre foram: últimos aprovadores do que se é vendido ... E não, uma visão violenta na qual os fluxos informativos, são dirigidos e orquestrados pelas próprias empresas, sendo os consumidores/clientes receptores constantes de informação, colocados num estado de submissão perante estes grupos, sem escolha ou alternativa visto todos serem o mesmo...

Acredito que as pessoas não se esqueceram que o cliente é rei, e não ao contrário, acredito que as pessoas não se esqueceram de que temos o direito a opinião própria e não apenas a uma opinião moldada... Acredito nas pessoas....

prometeus ou simplesmente uma visão.... por mim....

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 19/06/07 14:48

Sem piedade, nem maldade,
Voltei, regressei,
Olhei, olhaste,
Perdoei, atacaste,
Farto, e com motivos,
Emocionado, mas decidido
Apaguei-te e removi-te....

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 14/06/07 13:40

This Is How I Disappear

To un-explain the unforgivable
Drain all the blood and give the kids a show
By streetlight
This dark night
A séance down below
There's things that I have done
You never
Should ever know

And without you is how I disappear
And live my life alone
Forever now
And without you is how I disappear
And live my life alone
Forever now

Who walks among the famous living dead
Drowns all the boys and girls inside your bed
And if you could talk to me
Tell me if it's so
That all the good girls go
To heaven
Well heaven knows

And without you is how I disappear
And live my life alone
Forever now
And without you is how I disappear
And live my life alone
Forever now

Can you hear me cry out to you?
Words I thought I'd choke on
Figure out
I'm really not so with you anymore
I'm just a ghost
so I can't hurt you anymore
So I can't hurt you anymore

And now
You wanna see how far down
I can sink?
Let me go!

So-you can- well now so-you can
I'm so far away from you
well now so-you can

And without you is how I disappear
And without you is how I disappear
Forever
Forever now


Just here.... Música dos "My Chemical Romance"
(05/06/2007 - corrigi o problema das permissões do ficheiro, já dá para fazer o download.)

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 04/06/07 01:50

Já não conto as pessoas que me perguntam o que prefiro: se é o Porto ou se é Lisboa. Habituado às comparações directas e antagonismos norte/sul, a minha resposta é breve. Respondendo apenas que se tratam de coisas diferentes.
O sujeito poderá eventualmente levar o Bonus de uma explicação extra, comparando e justificando a minha não preferência, mas sim viver a minha nacionalidade como um total, um conjunto de cidades que fazem de mim, não um Lisboeta ou um Portuense, mas sim um complemento do que sou: um Português.
Algo que até bem pouco tempo não considerava, visto achar que, contrariamente a há muita gente, nunca fui de viver na mesma cidade (eventualmente país) muito tempo. Como alguns sabem, estive 16 anos em França, onde mudei 3 vezes de casa, implicando a mudança de escola, amigos etc... Hoje em dia, continuo com isso com este triste hábito de ser morador Europeu e mudar de casa.... Todas as mudanças fizeram de mim um "homeless man", sem saber ao certo qual é a minha "terra", qual é o meu lugar. Por várias oportunidades, já me perguntei onde é que gostaria de ser enterrado.... É que de facto não sei.... Também ainda sou novo para pensar nisso, mas de qualquer forma, isso não faz parte do assunto, apenas era um exemplo para mostrar a minha profundo indignação perante a minha condição de homem sem terra, sem lugar para dizer: "aqui é a minha terra"... Pois até bem pouco tempo não tinha realizado como é que esta cidade do Porto, é, e será sem dúvida: "A minha terra". Sou do Porto Carago! Sou Português, e a minha terra é o Porto. Foi onde cresci, onde aprendi, onde conheci os meus amigos, os vivi os meus namoros onde apaixonei-me pelo meu amor perdido, onde.... onde.... onde tudo.... Sou daqui carago, e este fim de semana foi o fim de semana para voltar ao meu lugar.... Soube-me lindamente.... Recordei muito....

Porto..... Viva ao Puerto Carago!

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 04/06/07 01:18

  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: A "Minha" Cidade do Porto

A

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons