class main AboutMe { exec(); }
Será só a mim que apetece matar uma gata quando ela está com o cio?
Certamente que não e mesmo ao longo do dia ou da noite, oiço o animal gritar de desespero por uma pila-de-gato, roçar-se contra as minhas pernas como quem diz: vá lá pá, arranja aí um gato.
Claramente que a tensão sobre e quando, já no fim do dia, cansado, com sono, com vontade de dormir e tenho  o raio da gata a miar como uma desalmada, então perco paciência! Vou onde for preciso ir e no preciso momento em que vou apertar-lhe o pescoço cometo sempre o mesmo erro: olho para os olhos da minha vítima. É neste momento que dou meia volta e vou para a cama.



Tudo isto para dizer que hoje ao jantar tivemos a falar de castrar gatos e cães. E no fundo, no fundo até percebo o porquê de castrar certos cães, em certos ambientes ou por problemas de saúde, hormonas e tal. Mas é algo que me mete nojo é castrar uma gata simplesmente porque tem o cio... É que o cio das gatas não é bem a imagem que muita gente tem:
  1. É duas vezes por ano,
  2. 2 a 3 semanas cada (com pequenos intervalos de cada vez)
  3. Não suja (ehehe nope, não há sangue!)
  4. As fêmeas tornam-se mais "humanas" ou seja, são mais fofinhas, mais carinhosas etc...
Tudo isto para dizer o quê? Simplesmente que castrar gatas só porque são fêmeas e que o miar delas incomoda é de uma profunda injustiça, egoísmo e abuso sobre o animal. Fico fulo quando oiço "achas que tenho paciência para isso" ou "antes de entrar em casa vai logo para o veterinário". Mas que merda é essa?
Tenho a certeza que as pessoas que fazem isso às gatas seriam capazes de retirar a bexiga aos cães (se pudessem sobreviver com isso) só para não ter que o passear 2 vezes ao dia.
Quem tem um animal de companhia terá de saber à partida que mais do que uma companhia é uma responsabilidade. E é ao que parece algo que muita gente não tem...

A minha gata está com cio e apesar de querer estrangula-la de vez em quando, gosto disso. Porque afinal, é só uma gata e as gatas tem o cio... Faz parte da vida e eu gosto.

7 comentários | Publicado por Ruben Alves @ 03/03/11 00:32

Filipe@ 2011-03-03 (1:21:37)
O problema do cio resolves bem ser castração, dás-lhe a pilula.

Flip@ 2011-03-03 (9:58:41)
A Ovariohisterectomia não se faz só pelos motivos que indicas. Existem complicações quando as gatas não têm ninhadas durante a sua vida e não são sujeitas a essa operação. Segundo vets meus amigos as taxas de cancro nessas situações disparam. Para além disso um animal é um animal, tem um instinto selvagem e os impulsos para a reprodução são incontroláveis. A outra razão pela qual se faz é para evitar a fuga dos animais de casa... Há uns malucos que se for preciso saltam de andares bem altos para irem fazer o "amór". Preferes que ele seja operado ou morra a tentar fugir de casa? O controle de colónias é fundamental para evitar que os animais sejam atropelados, mal tratados ou doentes. Por último... Tenho 3 gatas e 1 gato. Gosto muito deles mas para ter dinheiro para os alimentar preciso de trabalhar... Para trabalhar preciso de dormir... Para dormir 3 gatas a miar não ajudam. :)

Flip@ 2011-03-03 (10:00:28)
Outra coisa... As gatas não têm cio só duas vezes por ano. As minhas estavam quase sempre com o cio e com intervalos de uma semana.

Pedro@ 2011-03-03 (10:11:21)
O Cio não das gatas não é só 2 vezes por ano... depende da época do ano e tem vários períodos de cio nessas épocas.
E existem outras razões para esterilizar uma gata e que nada têm a ver com egoísmo. Uma delas tem a ver com a diminuição quase para zero na incidência de tumores mamários quando são esterilizados. Outra tem a ver com a quantidade de gatos vadios que existem por aí e não precisamos de mais, por muito que achemos que os nossos gatos estão em casa e nunca saem.... os acidentes acontecem.
A minha gata e o meu gato estão esterilizados e não são menos felizes por causa disso.

Ruben Alves@ 2011-03-03 (10:51:36)
É que tive o cuidado de por em Laranja negrito e tudo....

Ruben Alves@ 2011-03-03 (10:52:44)
De qualquer forma obrigado pelos comentários. Pelo menos, já sei mais umas coisinhas sobre gatos/gatas :)

Cláudia@ 2011-03-03 (11:42:14)
Gosto de animais mas não tenho vida nem casa para ter.
Pode ser egoísmo da minha parte, é possível que seja.
Além disso, solteira e com 30 anos e ter um gato, faz-me logo lembrar a maluca dos gatos da serie dos Simpsons.

Se se deve castrar ou não um animal, eu não tenho opinião. Tu achas incomodativo o miar da gata, olha ela se calhar acha que a música que pões é foleira :)

Cada um deve fazer o que achar melhor... Como em tudo na vida...

(Super esclerecedor este meu comentário).

P.S Achei piada ao nome novo do blog :)
Escrever um comentário ao texto: "Porque não sei tudo sobre gatas..."
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: Viva La Revolucion

Viva La Revolucion

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons