class main AboutMe { exec(); }
Quinta-feira, 3 de Junho. As férias já estão a terminar. De tal forma que hoje quebrei a promessa de passar uma semana sem tocar na Internet. Férias são férias e desde de Sábado que não descarregava o meu e-mail. Mas hoje foi mais forte. E logo depois do pequeno almoço, lá estava eu a comprar uma mísera meia hora de wifi por 4 euros (sim, quatro....).



Infelizmente (ou não) não consegui estabelecer uma ligação ao meu servidor de e-mail. Aproveitei para por umas fotografias no facebook e pouco mais... Pois meia hora passa num estante.
Como hoje era um dia de repouso absoluto com comprimidos de sol e piscina, repor o sono em dia, fazer o duro trabalho de turista cansado e não fazer nada. Bem foi exactamente o que fiz. E soube bem! Mas rapidamente cansei-me... Não entendo, mas não consigo ficar mais de meia hora sem fazer nada. Por isso, fui andar até a praia, passear pelo enorme complexo, ainda pensei em ir às compras, mas o calor abrasador fez-me regressar à piscina. Quando volto ao nosso ponto de encontro os meus familiares com o famoso moço de Viseu.
Para contextualizar, o moço de Viseu, é o gajo que é de Viseu e encontramos no Hotel aqui em hurghada. Ele, é o exemplo do que em qualquer lado do mundo onde possamos ir acabamos sempre por encontrar um Português ou uma camisola do Benfica (ou da selecção Nacional). E claro, ele foi “O” Português nos confins do mundo. Conhecemos logo no primeiro dia. Ele, a mulher e os dois filhos. Todos acharam muita piada ao casalinho, uns emigrantes em Londres onde procuraram a sorte em terras anglo-saxónicas. Ela trabalha num banco, ele é comercial. Ambos bom aspecto e ela era muito sexy. O símbolo do sucesso Português portanto. Até que, um dia à noite enquanto escrevia um destes textos no loby do Hotel, com um copo de rum egípcio e um cigarro aparece-me o moço de Viseu todo feliz da vida e crava-me um cigarro. Falamos 5 minutos, até que diz-me ele:
- Olha vou ter de ir embora, que tenho alguém à minha espera.
Mal tinha acabado de falar quando aparece-nos pela frente uma Russa, alta, loira, olhos azuis. Apresenta-me brevemente a amiga dele e fogem tão rapidamente como apareceram, abraçados um ao outro. Aí, o casal maravilha já tinha mais do que motivos para ficarem desacreditados.
Hoje então, depois de pouco fazer e nada produzir, regresso então ao nosso ponto de encontro, onde vejo moço de Viseu a conversar com os meus familiares. Foi então que o moço de Viseu passou a ter um nome: Pedro. Era um bom vivant. Gosta de festa, mulheres e sexo. Era tão vaidoso, que em menos de 10 minutos contou-nos a vida toda. Quantas vezes foi infiel, que a mulher sabia, que tinha imensa sorte em ter a mulher dele, mas que se não fosse os filhos já tinha despachado a rapariga. De como era importante para ele a mulher estar ao dispor do seu homem (a todos os níveis obviamente). Contou as histórias do irmão e das infidelidades da mulher, dos amigos. Enfim, perdeu-se nos detalhes e já farto de o ouvir, decidi por um termo à conversa e finalmente despacha-lo.
Foi motivo de conversa até ao jantar. Todos chocados com a forma atrasada de vida pela qual segue a vida dele, acabou por ser mais uma prova que tudo o que aparenta nem sempre é o que é. Graças a ele (e não só) o dia “do não fazer nada” acabou por ser um dia de recolhimento espiritual – E soube-me muito bem. Principalmente porque pensar também é actividade, esta foi saudável e positiva.
Já se avizinha o último dia de férias e o regresso. Mas algo não está bem comigo...
Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 22/06/10 20:25
Escrever um comentário ao texto: "Dia.7: O Misterioso Caso do Casal Português"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: A tua espera

A tua espera

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons