class main AboutMe { exec(); }
Natal...
Que raio de altura do ano... Não entendo esta loucura das pessoas para as pessoas... Esta corrida frenética pelo presente. Será que é mesmo necessário um presente para mostrar o que sentimos? Mas afinal, porquê comprar um presente... Estive seriamente a pensar nisso e cheguei a certas conclusões:
  • Comprar para familiar: ex: vamos jantar juntos, até parece mal não comprar.... Principalmente se a outra pessoa nos oferece algo onde não temos nada para dar em troca....
  • Comprar para amigos: lembrança.... É um amigo especial e queremos demonstrar o nosso afecto....
  • Comprar para amigos.v2: Colegas de trabalho, manter o bom relacionamento no local de trabalho
  • Comprar para si próprio: um pequeno luxo, uma extravagância que facilmente nos perdoamos :P
  • Comprar para um autor de um site: recordar o gajo que escreve no seu site os seus pensamentos e sentimentos, porque está apaixonada por ele e ainda por cima é um gajo fixe com quem quer casar :P (já sabem, é simples enviar-me um presente basta enviar via ctt para a rua do piolho na Ericeira  :P)
Talvez existam outras, mas para mim esta lista acaba aqui. Sou aberto a sugestões :P

Mais seriamente, esta altura do ano deprime-me tanto... Primeiro porque não estou a 100% das minhas capacidades mentais e não tenho muita disposição.... Não tenho paciência por todas eras normas e processos comerciais. Tenho a mente ocupada noutro lugar e por isso tudo me passa um pouco ao lado....
Segundo, imaginar-me num centro comercial cheio de gente a passar de um lado para outro sem olhar, apenas com a preocupação de gastar o seu dinheiro em presentes.... Custa-me comprar presentes... Não apenas financeiramente, mas também comprar por comprar. Gosto de dar, mas dou porque quero ou porque acho oportuno. E acho que é mais valioso algo que damos de forma sentida apesar de ter poucos € investidos do que uma super prenda. Ainda encaro o natal como um momento onde somos levados a demonstrar a nossa ligação as pessoas, no qual creio importante ser relevante o facto de realmente sentir... Já que é o momento para mostrar o nosso afecto, ao menos que seja algo de sincero. Por isso, este ano, vou tentar fugir as normas e construir mais uma vez os meus presentes. Infelizmente, acho que vou ter um pouco de falta de inspiração visto como já disse estar um pouco em baixo (emocionalmente claro) acho que vai ser algo parecido com o ano passado :P Talvez com alguma variante... :P

Bem, só me resta desejar-vos umas BOAS COMPRAS!

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 11/12/06 01:17
Escrever um comentário ao texto: "natalamento.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: Alligatoridae

Alligatoridae

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons