class main AboutMe { exec(); }
Imaginem um grupo de voluntários num hospital que trabalham com doentes por puro prazer, porque lhes sabem bem estar com pessoas e darem de si aos outros. Agora, vamos pegar nesta malta toda, e no meio destes voluntários, há dois ou três que têm a brilhante ideia de montar uma associação em prol dos direitos e defesa da classe. Era limite absurdo! Então, se os gajos tão aí porque querem, ninguém os obriga a fazer isso, ainda por cima fazem isso por prazer! Qual é objectivo em criar uma associação? Pois, para alguns isso faz sentido! Ao meu ver, o único sentido que poderá fazer, é mesmo no caso dos dois ou três querem ter maior protagonismo ao defender uma causa que pela sua natureza não faz sentido defender (por acaso, neste caso preciso, até pode fazer algum...)
Voltando ao termo comparativo da minha metáfora, acontece que, a semana passada foi criado naturalmente o ptblogs.org (que teve origem uma talk room no friendfeed), numa tentativa de criar uma associação de bloggers. Sim, uma associação de pessoas que têm como passatempo escrever num blog, reunidos e agrupados em torno de uma organização hierárquica com um presidente e toda a estrutura necessária para montar uma verdadeira associação. Primeiro, é importante salientar, que os objectivos ainda são muitos opacos, misturando-se dois ou três argumentos numa vaga tentativa de levantamento pacifista populista. Uma espécie de revolução dos Bytes à la moda bloguista. No Certamente de que sim, do já referido Paulo Querido, existe no entanto um objectivo bem definido: “[...] que possa representar os seus aderentes”.
Vamos la pegar neste primeiro argumento e tentar entender o quê que isto implica... Primeiro, ficamos a saber que vai ser permitido registar-se como aderente (tal como em todas as associações isto implica quotas, cartões, fotografias, moradas e dados privados de anónimos ou não). Segundo “representar”; da mesma forma como os trabalhadores da TAP são representados pelo sindicato, os escritores de canetas digitais poderão, tal como os pilotos, policias, motoristas, e outras profissões serem representados por “esta” entidade que é a associação de blogues. Estou convencido que este conceito faz sentido num âmbito de uma organização não regulamentada com direitos para serem reivindicados. Mas aqui não... Hello! Estamos a falar de voluntários da escrita, não de uma classe populista maltrata pelo patronato.
Olhando novamente pelo conceito deste tipo de associação, pondero da mesma forma e ao calhas a criação da associação recreativa de caça ao pato bravo da ribeira do Sado. Que raio de sentido é que isto faria? Certamente os defensores da modalidade terão a sua palavra a dizer sobre o assunto, mas o público em geral? Qual é o nexo? Estarão à espera de regalias sociais? Ajudas na compra da melhor espingarda, ou uma boa defesa legal do pobre aderente que abateu um pombo em vez de acertar no pato? Vejo a cena grande como um camião TIR na nacional 109! Vamos imaginar o cenário: o caçador abate uma cegonha, vêm logo a defensa dos animais com bla bla bla; e pimba, logo à seguir surge nos telejornais o presidente da associação do tiro aos patos defender e explicar com mais bla bla bla. O quê que fica? O nome de um presidente de uma associação da treta na defesa do pobre caçador imune e sem defesa.

Caso real, associação de bloggers? Para quê? Defender uns idiotas de povoasonlines e contra-atacar  críticas de antisocialismo e/ou pedofilismo por parte de um xpto qualquer da televisão? Se bem entendo, vai ser um grupinho de pseudo-sacrificados dispostos para meterem-se em confusões/polémicas, nas quais nem sempre são chamados. Para quê? Prazer de defender, amor à camisola, ou belo e convincente altruísmo ilusório? Não querendo atacar ninguém, e tendo maior respeito pelas pessoas que até agora tem levado o projecto pela frente, todos devemos reconhecer que as publicidades do google pagam, e deste grupinho todos têm! Ora bem, publicidade do Google! Ainda vou ter que implementar isso, ainda consigo algum dinheiro à vossa custa...
Por falar neste lindo magnata egocêntrico que sou com a minha meia tigela de site. Vamos supor que vou à televisão falar do caçador de cegonhas em horário nobre. Nem quero imaginar o número de pessoas que nem vão esperar pelo fim da reportagem para procurar mais informações sobre o assunto e desta forma fazer disparar as visitas. Quem é que lucra com isso? O coitadinho do pássaro? Não! Eu? Certamente que sou eu, porque não só ganho notoriedade (Eh pá! Vi-te na televisão), ganho visitas (dinheiro das publicidades), e ainda por cima, posso levar uma gaja boa na rifa porque acha-me sexy! Só lucro!

Tenho vindo a debater neste texto, dois argumentos publicados no site do Paulo Querido, no entanto é preciso realçar que já andam por aí umas Twitteradas, wikis, Mailing Lists, comentários de blogs e posts outros conceitos e objectivos. Mas andamos sempre na mesma coisa. Mesmo espremendo o tutano, ainda não vejo ninguém com uma ideia concisa, precisa e objectiva do que poderá ser uma associação deste tipo. Só vejo é  gajos contra a ideia, gajo que não percebam nada do conceito mas que já estão inscritos e já trepam paredes,  “beca-becas”, “patati-patatá”, e pouco mais... Mas pode ser que tenham sorte. Já agora, para entenderem o meu estado de confusão sobre o projecto, segue   definição do ptblogs na wiki oficial podemos ler:

"O PTBLOGS é uma iniciativa de todos os bloggers, pretendendo funcionar como um núcleo gravitacional de temas ligados à blogosfera nacional, seus contornos e interacções. Pretende-se desta forma reforçar um processo de credibilização da blogosfera através da união das suas partes."

"todos os bloggers" ... "núcleo gravitacional" ... "temas ligados" ... "contornos e interacções" ...
"reforçar um processo"

Pá, dou um Five a quem conseguir dizer-me o que isto quer dizer... Percebo todas as palavras, mas todas juntas, ainda não encontrei nenhum sentido.

Apesar do meu estilo de escrita ser eventualmente pobre, mal escrito e com falta de palavras aqui ou ali, gosto de idealizar que não é preciso ser Jornalista ou Escritor para ter o direito de poder expressar-se online e ter impacto nas pessoas. Porque, no fundo, no fundo, o conceito do blog é este... Ter a liberdade de poder escrever o que pensamos, achamos, vai na alma, sem ter que ser um pseudo-iluminado da treta com manias de grandeza ou porque faço parte de x ou y agregador ou associação, faço o que quero porque o meu site é o meu espaço virtual. É meu e só meu, e não tenho a necessidade de nenhuma entidade superior para que as minhas ideias sejam expostas. Tal como a maioria dos blogs, não preciso de convencer ninguém. Não faço política, não preciso de ninguém! Só escrevo porque quero, porque gosto e porque tenho dois malucos a lerem o meu site todos os dias porque acham piada ao que digo (um desse maluco sou eu :P). Não leiam nas minhas palavras sentidos ligados à ideologia pre-formatada do Português sempre do contra, ou de contra-evolução ou mesmo de pequenez portuguesa, longe disso. Apenas vejo de forma fria o conceito de blog, a sua definição e o seu intuito. Ao meu ver, um blog é uma ferramenta de expressão, um canal de comunicação. E ponto, não passa disto. Deixam a politica aos políticos e o escândalos à TVI. A força da blogosfera não está na sua união, mas sim, na força dispersa da sua massa e das suas mentes.
Associação de blogs? Força na ideia mas eu vou ficar de fora. Não me vejo no projecto (nem faço la falta nenhuma). Até as coisas estarem mais delineadas vou continuar a preferir um Cafézinho Social...
Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 16/07/08 01:58
Escrever um comentário ao texto: "Associação.Bloguista.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: Não precisas de ter asas para voar...

Não precisas de ter asas para voar...

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons