class main AboutMe { exec(); }
Ah! Até que enfim, um bom caso para ruminar! Finalmente, em Portugal foi fechado um Blog! Oupa oupa! Com tanta merda a ser dita em tantos lugares, bem tinham que começar por algum lado! E começou logo no Norte do país. Mas que bom! Hurra!

Vamos la fazer um mini “Abstract” da notícia:
Tudo remonta ao doce e terno ano de 2005, quando o famoso Anónimo Cobarde decidiu abrir um blog. Objectivo: Falar mal do presidente da Câmara da Povoa do Varzim e do Município. O problema é que os políticos satânicos meteram um processo ao Google para encerrar o Blog. Resultado: Macedo 1 – Anónimo 0

Problemática:
Aiiiie meu deus, fecharam um blog! Aiiie meu Deus, depois do preço dos combustíveis, do ti'Manel de 88 anos apresentar a noiva à família, dos preços dos alimentos, do milho transgénico, agora vem a censura na Internet! Feaaaar Blogoesfera! Buuuh


My Point Of View:
Aquele blog não é um blog, é uma vergonha para quem tenha um blog, e para a blogoesfera em geral. Ter um blog não é só abrir uma conta num sapo ou google. “Ter um blog” é um conceito, ter um blog é saber respeitar as regras do jogo. Aqui vejo tudo, menos um blog. Talvez reconheça a plataforma que suporta o canal de comunicação. Mais do que isso é que não.  
Por isso, acho que o autor deste blog é um idiota cobarde que tem meios tecnológicos para espalhar tretas condensadas enlatadas em formato de conversas de cafés.
Aqui surge novamente o paradigma Anonimato vs Liberdade de Expressão. Até que ponto podemos dizer tudo sob o manto do um pseudónimo? Primeiro é importante salientar que na Internet, o anonimato é apenas um mito mal disfarçado. Ninguém é completamente anónimo, ninguém pode pretender estar seguro por trás do seu pczinho e escrever tudo o que lhe passa na gana sem um dia levar as consequências do que se diz. A não ser que se tenha um site com 2 visitas diárias, é melhor ter cuidado com aquilo que se escreve. Logo, o bom senso, faz parte do dia-a-dia de qualquer um de nós. Segundo ponto importante, este Sr. Anónimo Lopes da Silva, certamente deve pensar que é um espertalhão por ter aberto um novo site, como quem diz: “fecharam-me, mas volto a abrir! Ninguém me pára”. O que talvez não sabe, é que tudo o que fazemos na net está sempre bem registado em muitos sítios: logs. E mais ainda, tendo um blog no Google, é como ter um livro aberto sobre as nossas vidas reais. Desta vez, o objectivo apenas foi fechar, mas nada impede seguir o IP, ir até ao ISP, tirar a morada e processar directamente esta abécula.
Vamos la ver uma coisa, a Internet não pode e não deve ser uma selva onde todos fazemos e dizemos tudo como se não houvesse amanhã. A liberdade de expressão é como diz o próprio nome:  uma “liberdade”. Não podemos pisá-la e moldá-la ao nosso desejo. A isso chama-se radicalismo, fanatismo e outros termos em “ismo”.
Outra coisa que me choca neste mini-escândalo é sem dúvida a quantidade de comentários deixados no blog novamente aberto (com sorte ainda deve permanecer o meu; isto é, se entretanto não for censurado – era o cúmulo hehehe). Poucos são aqueles realmente construídos, pensados e bem escritos. Não podia deixar de falar na quantidade de anónimos a apoiarem o Anónimo Lopes da Silva. Espera gajo! Eu bem disse: Anónimos a dar apoio (virtual, mas é apoio) ao Anónimo! What the fuck? Isso é que ter coragem contra a opressão do regime! Oh pá eu já disse! Quando é para manifestar, há sempre tanta gente a miserar-se! Fogo! Assumem os vossos dizeres, os vossos pensamentos! Se realmente o Mayor é um corrupto (e certamente não será o primeiro nem o último) , reúnem provas, juntam-se, façam barulho! Agora, andar a brincar aos anónimos, falar por falar, difamar por difamar é que não.

A questão deste pequeno texto, é para mim um problema, visto que a melhor forma de dar créditos aos idiotas é sem dúvida divulgá-los e publicitá-los. No entanto, o que me leva hoje a escrever isto, é pelo simples facto de ter visto na comunicação social textos e reportagens sobre este “fait-diver” mostrando o Anónimo Lopes da Silva como um coitadinho que foi removido do blogspot por dizer o que pensava. Tratam aquele escritor de quarto de tigela como um mártir da democracia. Vamos la ver as coisas como são! Aquele gajo não passa de um imbecil! Escreve num sítio o que ouve nas conversas de cafés. Sem fundamentos, provas, sem nada! Apenas usa teorias da conspiração, fala do “eixo” do mal sem discriminação.
Mostrar a realidade é por vezes uma ferramenta tão potente como a própria realidade.... E nisso, o Lopes da Silva teve uma publicidade em betão armado. Porquê que são sempre os casos socais, idiotas, actores de segunda, trafulhas, contratados da Endemol e cia que tem o maior protagonismo social? É o mundo ao contrário!
Toca a falar de coisas boas, coisas boa da vida, alegria, falar de pessoas que fazem e espalham o bem, que fazem coisas fixe... Vá! Vou contar até três! Um..... Dois.... dois e meiiiiiiio.....e...... 
Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 01/07/08 02:17
Escrever um comentário ao texto: "povoaonline.blogspot.com"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: A Magoa

A Magoa

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons