class main AboutMe { exec(); }
Ora bem, afinal sou mesmo má língua! Então não é que afinal o meu Miguel Júdice sempre vai explicar o porquê de ter saido da gestão da reabilitação da zona ribeirinha de Lisboa. Siiiiiiiim, vai explicar. Mas alto! Não vai ser gratuito, o homem vai dar-se ao trabalho de escrever um livro (ele deve pensar que isto interessa muita gente) para escrever os motivos: "Vou escrever um livro para explicar tudo isto, que é um exemplo para o país"...

Surgem então vários casos de figura:
  1. O gajo não tem nada para dizer, e está a dizer para abafar a saída, ninguém o chateia nos próximos 6 meses, passado este prazo, o “popular” esquece-se, a história deixa de fazer sentido. Toda a gente esquece que ele alguma vez esteve a frente da gestão da reabilitação da zona ribeirinha de Lisboa. E continua a vidinha calma e tranquila dele como se nada fosse.

  2. O Senhor Advogado, tem de facto muito para dizer, e quer falar rápido (enquanto a sopa ainda está morna). Recordo que ele é Advogado, e estava a ocupar o cargo voluntariamente sem receber nenhuma contrapartida financeira. Logo, apesar de não ter ganho nada durante 6 meses, vai então meter o investimento à médio prazo a render. Ora mas que bela técnica! Ninguém faz nada de borla, quanto mais um advogado. Logo, avisa que vai ser escrito um livro que vai explicar os motivos da sua saída. Hum... A última parte da frase “é um exemplo para o país” parece promissor, vai doer!

  3. Escreve um livro para não levar ninguém a tribunal, desmascarar todos os parasitas políticos. Vai armar-se em queixinhas num livro à-la Carolina Salgado, fazer-se de vítima, tornar-se mais popular, ter mais notoriedade, facturar mais. Oh pá, oh homem! Todos sabemos que o objectivo de um homem é plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Deve estar a querer começar pela ordem inversa... É sabido que a parte do livro está ligado à sabedoria, mas com o Júdice deve estar mais ligado à área do Marketing.

De qualquer forma, dos três casos de figura, todos mostram uma nítida falta de cojones, um perfeito Howto de como tirar proveito de um problema real, virando costas aos problemas comuns e da comunidade... Clap clap clap...

Há dias que penso coisas, descabidas, loucas; que parecem terem sido tiradas das mais fatelas teorias da conspiração. É destas coisas que gosto de estar errado, gosto de ver que tudo não passa de ideias peregrinas... Pelo menos gostava que assim fosse...

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 25/06/08 00:13
Escrever um comentário ao texto: "Explico.sim!Mas.num.livro.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: Motricidade Empresarial

Motricidade Empresarial

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons