class main AboutMe { exec(); }
Como nunca me afirmei como espalha-notícias ou como site news-on-the-flow, não me custa nada falar da Zon e do seu novo plano. Novo? Deveria dizer revolucionário? Talvez não... Antes de continuar, talvez deveria falar desta soberba forma de angariar novos cliente ao apontar que finalmente são o primeiro ISP em Portugal em terem um serviço totalmente sem limites de tráfego. Ou seja, agora na Zon, o tradicional conceito limites internacionais ou nacionais deixou de existir para os planos de venda mais comuns (ainda existem planos mais baratos com limites). No entanto, a verdade é que de facto poderei passar a ser um verdadeiro leecher sem preocupar-me com os limites. No entanto, é importante salientar, que a Zon, está neste momento a fazer algo que já se fazia nos principais países civilizados há imenso tempo. Esta questão dos limites, era de facto uma mancha negra no panorama Internetês nacional visto ser algo de ridículo, na prática impossível de controlar e ainda por cima totalmente injusto, visto existir um proxy que permita à Netcabo "poupar" em banda internacional. Mas finalmente agora já não existe! Há de facto coisas fantástica não há?
Pois, o mais interessante, é que ao mesmo tempo em que isto acontece, a Time Warner (ISP Americano) indica que vão passar a ter limites de tráfego de 40GB por 55$/mês ! Hum... Será que afinal a nossa Internet é assim tão cara, e tão lenta? Não de modo nenhum, tal como apontou o Carlos Martins no Aberto até de Madrugada no seu artigo Velocidades na Internet - Portugal em 7º, mostra nitidamente como estamos bem servidos com a Internet. Ou seja, aquela questão patética dos limites sendo finalmente resolvida, podemos dizer que até que enfim temos boas ligações e uma boa Internet em terras lusas. Isso é que é revolucionário. A única pergunta no entanto é mesmo a seguinte: será que é mesmo para sempre (tal como indica o slogan publicitário da Zon)?
Ora bem, parece que nem tudo está mal por aqui!

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 05/06/08 22:11
Escrever um comentário ao texto: "Zon.Unlimited.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: Não precisas de ter asas para voar...

Não precisas de ter asas para voar...

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons