class main AboutMe { exec(); }
Após o sucesso da anterior em Coimbra, foi organizado na Faculdade de Ciências e Tecnologias (da UNL) a primeira BarCamp em Lisboa. Confesso que não sabia muito bem por onde ia, nem o que iria encontrar. No entanto, pela página da organização parecia ter alguma relevância. E se compactar bem o dia de ontem, e apenas lhe retirar o tutano, é um balanço positivo. Melhor ainda: valeu à pena.
Para quem não sabe o que é uma BarCamp vou tentar explicar com aquilo que vi ontem: é uma conferência sem oradores. Onde todos os inscritos podem ser oradores (claro que não é decidido à última da hora), e subir ao palco com textos e apresentações dentro do tema da própria BarCamp. Seguiram-se várias apresentações, algumas interessantes, outras nem tanto. Da parte da tarde, foi realizado o jogo (sim, para mim foi um jogo) do Halfbaked.com (o domínio não existe... No entanto, podem ler isto para mais informações sobre o conceito). Não quero ser mau, mas a nossa apresentação rebentou a loiça toda (Pedro Cavaco, Bruno Barão, Afonso e eu), aquela dos Cartões Paulo Querido e dos Anões também partiu muitos pratos :-P Claro, houve algumas apresentações mais sérias, de pessoas que encararam este jogo de forma talvez mais profissional.
Na parte final deu-se o Ignite. Certamente a parte menos bem organizada. A ideia é fazer uma apresentação express em 5 minutos com 20 slides a passarem de 15 em 15 segundos. OK, houve apresentações que respeitaram, mas ouve outras que lançaram um debate um pouco fora do âmbito da BarCamp.

O que gostei: o conceito, o ambiente, a forma como o twitter e o twemes "entraram" no jogo, a marmita (aquele arroz de pato estava suculento), alguns assuntos e outras conversas paralelas que se deram.

O que não gostei: algum excesso de vaidade de alguns apresentadores (eu faço, eu acho, eu posso e aconteço), a forma como a malta da Wizi apresentou o produto, a forma como a malta da Wizi matou a última brecha da BarCamp não deixando outras ignites acontecerem.

Podem ver o resumo das actividades no site da BarCamp FCT.


A plateia no fim da primeira parte (já muita gente tinha saído para comer)


O twemes com a tag BarcampFCT que todos seguíamos (ou quase todos)


Hum... Super marmita Time! Arroz de Pato e Bacalhau com natas. 5 Estrelas!


A famosa rolha - Produto, Serviço ou Plataforma :P


Os super cartões Paulo Querido (ainda em versão beta). Grande show do Vitor Domingos.


Pedro Cavaco num grande momento artístico para a produção da nossa apresentação do sexoestrela.

Mais fotos do evento no flickr.

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 25/05/08 17:39
Escrever um comentário ao texto: "BarcampFCT.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: A tua espera

A tua espera

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons