class main AboutMe { exec(); }
Depois do veto não vetado do PR sobre o diploma da transferência da gestão e administração da zona ribeirinha de Lisboa, o governo ficou um pouco desamparado com a situação. No entanto, na mesma tarde do dia 15 de maço, Belém, para minimizar os vidros partidos, e assim pegar no PS com os paninhos quentes; anunciou de imediato:

"A devolução do diploma que ocorreu corresponde a uma prática normal de diálogo entre a Casa Civil da Presidência da República e o Governo".

Tadinho do governo, levar uma nega do PR assim sem mais nem menos, isto não se faz... Recordo que a zona ribeirinha que estamos aqui a debater é neste momento "propriedade" da APL. Mas afinal, quem é a APL? Administração do Porto de Lisboa. Trata-se de uma empresa criada pelo governo, com a finalidade de administrar e gerir toda a zona ribeirinha. Uns valentes quilómetros de ribeira junto ao rio/mar. Hoje, o governo quer retirar a APL a gestão física dos portos para a câmara de Lisboa. No entanto, pelo que percebi, a APL ficaria com a administração dos contentores, das marés, dos barcos etc... Apenas ficariam sem autoridade sobre os edifícios! Mas "OH QUE PENA"! Alguém sabe como é a APL? Fazem a menor ideia de como é que composta? Basicamente é composta por imensa gente que apesar de trabalhar para uma empresa (já disse... a APL é uma empresa) comportam-se como funcionários públicos. A APL está cheia de "tachos", amigos dos amigos, filhos do pai e da mãe, connections de cima baixo da sociedade. Nunca mais me esqueço de um dos responsáveis da APL telefonar a Juíza, por causa de um processo em curso. Fiquei estupidamente chocado quando começou a trata-la por "tu", falar de mundanidades, do Bowling da semana passada e do próximo jantar bla bla bla. Bem, mais parecia que falava com a namorada...
Mas o problema da APL não é só a feroz competição nos cargos, como também o problema da câmara não pode fazer absolutamente NADA sobre estes terrenos. Curioso não é? Então, câmara=Estado e APL=empresa do Estado? Where's the monkey? É como disse um dia o Miguel Sousa tavares: "Não se passa de Lisboa para o outro lado da linha de comboios sem mostrar passaporte". Uma expressão figurada totalmente exagerada, mas suficientemente clara para mostrar o quanto o poder da APL na zona portuária é autoritário e total. Quem é que não viu no Cais do Sodré aquela obra da APL que nem uma autorização da câmara precisou para ser edificada! O problema da APL é mesmo a APL! São uma espécie de políticos, donos do seu pedaço de território onde são totalmente intocáveis. Por isso não ser segredo de ninguém, já foram várias às tentativas do tirar toda esta autonomia à APL, mas como há sempre um amigo de um amigo que de forma undercovered permite o reino da APL e manter todos os tachinhos extras que por lá fermentem.
Voltando ao veto do Monsieur le President, que acaba por não ser um veto, mas sim "um pedido de explicação ao governo", é natural que não ia acordar um diploma desta envergadura sem mais nem menos. Ainda poderia ferir a sensibilidade dos amigos dos amigos, ou simplesmente dos amigos... Why not? ele também tem amigos não tem? Seria um pouco mal visto acabar do dia para o outro com os tachinhos... Espero que é que alguém consiga terminar com esta burocracia pegajosa.. Mas para isso vai ser preciso cojones, não é Sr. Aníbal?

Notícias TSF sobre o assunto: hoje, dia 15 de Março 1 | 2

Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 09/04/08 8:36
Escrever um comentário ao texto: "Aqui.veta-se!"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: New path, new way...

New path, new way...

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons