class main AboutMe { exec(); }
Sapo... O Sapo, não o animal, mas o portal preferido dos portugueses, o Grande Sapão produzido pela PTM. Um portal e peras, um monstro de visitas, carburador principal da Internet em Portugal que por sinal também é alvo de .... Esquecimentos! Pois é meus amigos, reside ainda nos servidores do Sapo páginas esquecidas, canais inteiros completamente e totalmente desactualizados que permanecem acessíveis através de pesquisas do google. Passo a explicar, estava eu tranquilamente a investigar sobre o "executive search" em Portugal no google quando deparei-me com isto:



Intrigado pelo conteúdo, clico no link, quando reparo num logótipo antiquíssimo, formato web do século passado e principalmente assuntos e temas já esquecidos. Antigo canal temático do Sapo, o opiniao.sapo.pt permitia (enquanto funcionava) questionar os utilizadores da velha guarda sobre o que achavam sobre x ou y. Este servidor (em máquinas diferentes do servidor principal do sapo.pt) mantem fielmente todo o seu conteúdo desde que foi actualizado pela última vez. É de facto muito intrigante ver sondagens sobre o Big Brother primeiro do nome, publicidade para o net-sapo com CDROM de de instalação grátis. O mais giro é ver links que deixaram de funcionar, sites relacionados com Harry Potter e a ordem de Fenix (2003) entre outros.
Mas o melhor da festa foi mesmo isto: http://www.old.sapo.pt/mundial.html

Um velho documento web que fala do mundial de .... 2002! Tudo a maneira antiga, com o velho layout do sapo e o seu antigo logotipo, enfim... Um bom pedaço da história da Internet bem vivo :)
Também descobri outro bem antigo http://mcdonalds.sapo.pt/ com ofertas de McPork e Crispy Mc Bacon...

Tudo isto para dizer, que mesmo grandes empresas, com uma carrada de mecos a trabalhar la dentro, não são capazes de terminar ou dar continuidade a um projecto. Incapazes de verem no logs que existem servidores em funcionamento, páginas antigas, ou conteúdos fora de prazo....
Moral da história: todos temos direito a falhar, mesmo o Sapo....


Sem comentário, seja o primeiro! | Publicado por Ruben Alves @ 02/11/07 03:29
Escrever um comentário ao texto: "Sapinho.pt"
Nome*:
E-mail*:
Página web
(não obrigatório):
"Quanto dá dez mais Catorze"
(Resposta: 20,22 ou 24?)*:
Mensagem*:


  ÚLTIMO MÊS: Agosto 2011

  Sobre.Pessoas.pt (21/08/11)
  Pensamento.dia.em.pleno.Agosto.pt (18/08/11)
  E foi assim que... (18/08/11)
  Julho.em.Imagens.2011 (18/08/11)

  TEXTOS EM ALTA!

  iPhone5 - my predictions.com (07/03/11)
  parvo.que.sou.pt (22/02/11)
  2G,3G,4G e agora 5G! (08/02/11)
  Novo.Projecto:Pedra-alta.com (01/02/11)
  website.updates-status-v1.pt (30/01/11)



FOTOGRAFIA ALEATÓRIA: MinouMinou

MinouMinou

Ruben... Quem sou? Nascido em Novembro de 1980, Sagitáriano puro e duro com ascendente Aquário. Sou canhoto, adoro arte, computadores, fotografia, redes, programação, design, música. Odeio futebol, bacalhau e injustiça.

Neste momento sou um Jovem de 30 anos, curioso pela vida, curioso por tudo o que mexe, tudo que respira, que faça ruídos. Encanto-me facilmente com uma gota de água a bater no vidro mas não fico impressionado com um Ferrari. Gosto das coisas simples da vida, um olhar, um sorriso, um simples gesto. Adoro amar, como gosto de ser amado. Não troco o meu leitor DVD por uma PlayStation, no entanto trocaria um filme por uma bela fotografia.

Não sou complexo, apenas perplexo... tudo depende do ponto de vista.

[...] Farto de escrever... | pausa II

~~~


No meio de tudo isto, tenho este lugar cibernético. Um recanto pontualmente actualizado, apontado como um blog, mantenho a minha ideia que antes de ter esta pretensão, considero que é antes de mais nada um simples sítio web onde escrevo, descrevo, apresento, coloco perguntas, dúvidas e afirmações. Com os textos, coabitem vários espaços representativos do meu Espaço.

Talvez seja o lugar mais sensato para me conhecer... Ou pelo menos, iniciar-se nesta longa viagem que é o meu Ser...
[...] Farto de escrever..| stop .

Correio.electrónico:
mail AT ruben-alves PONTO com

Telefone:
919.181.***

A minha Página no Twitter.


creative commons